Própolis: seus benefícios a favor da imunidade contra o Corona Vírus
  •    Seg - Sex: 09:00 – 18:00
  •    Sábado: 08:00 – 12:00

Própolis: seus benefícios na imunidade

O que é?

A palavra própolis é de origem grega, os antigos egípcios utilizavam-na para embalsamar seus mortos. Há relatos da sua utilização em época de guerra para cicatrização dos feridos.

As abelhas elaboram a própolis a partir de secreções de árvores, flores, folhas e polém, sua composição química varia com seu tipo, mas, em geral, é composta por 50% de resina e bálsamo vegetal, 30% de cera, 10% de óleos essenciais e aromáticos, 5% de pólen e 5% de outras substâncias variadas, incluindo resíduos orgânicos.

Tipos de Própolis

A própolis pode apresentar diversos aspectos e variações em sua textura, cheiro e coloração, sendo essas características atribuídas a sua composição química. A mais comum é a própolis verde, originada do alecrim do campo, tem também a própolis de copaíba que apresenta uma coloração marrom escura, quase negra. Por volta de 2005, foi descoberta, no litoral da Paraíba, a própolis vermelha, originada do marmeleiro da praia

Própolis: suas funções terapêuticas e farmacológicas 

A própolis apresenta inúmeras propriedades terapêuticas e farmacológica co

mo imunomoduladoras, antimicrobiana, antitumoral, antiinflamatória, antioxidante entre outras.

Ação Antioxidante 

Diariamente o nosso organismo, devido ao metabolismo aeróbico normal, produz várias espécies químicas reativas capazes de causar danos às células. Estas espécies podem ser chamadas de agentes oxidantes ou radicais livres. Muitos trabalhos demonstram que o poder antioxidante da própolis está relacionado às concentrações e/ou tipos de compostos

 fenólicos, principalmente flavonóides e ácidos fenólicos.

Ação Antifungica 

Um estudo com pacientes acometidos por candidíase oral, uma doença causada pelo fungo Candida albicans, comprovou que a regressão da lesão causada por esse patógeno foi muito similar ao observado quando se utiliza a nistatina, um dos antifúngicos de maior uso no tratamento de candidíase oral.

Atividade Antiviral

Em estudos realizados foi observado que os extratos apresentam atividade antiviral na reprodução do vírus da influenza A e B, e atua em infecções causadas pelo Rhinovírus devido aos seus constituintes, especialmente os flavonóides. 

Atividade Antiinflamatória

Essa ação antiinflamatória é devido a presença de flavonóides. A própolis também tem demonstrado ação anti-inflamatória por inibir a síntese das prostaglandinas e ativar a glândula timo, auxiliando o sistema imune através do estímulo da imunidade celular e da promoção da atividade fagocítica (proteção do nosso corpo) 

Uso do Própolis:

Aprópolis apresenta vários usos e pode ser empregada em diversos problemas como: mau hálito (halitose), eczema, úlceras, infecções urinárias, infecções na garganta, inflamação, doenças do coração, diabetes e até mesmo câncer.

Para questão de imunidade, já que é o assunto mais falado, devido ao CONVID-19, o  CORONAVIRUS, de acordo com os estudos é recomendado de 15-20 gostas diariamente e como sugestão, utilizar em jejum com 1 copo de água com limão. 

Atenção:

Pessoas suscetíveis a alergias não é indicado. Alguns estudos mostram principalmente ocorre em pessoas alérgicas a picadas de abelha, mel e pólem.

 

 

Pinto, L. M. A. Do Prado, N. R. T. De Carvalho, L. B. Revista Eletrônica de Farmácia Vol. VIII (3), 76 – 100, 2011